CORONAVIRUSdicas de viagemOpções de passeios no Guarujá

Como será a hospedagem nos hotéis num futuro próximo?

Estar num hotel poderá ser assim:

Adeus, buffets de café da manhã e serviços de mensageiros. Olá, triagem de temperatura e check-in sem chave.

Embora as políticas da época da pandemia ainda estejam sendo desenvolvidas em hotéis em todo o mundo e, sem dúvida, variem amplamente, é seguro dizer que os hóspedes verão grandes mudanças na próxima vez que fizerem o check-in em qualquer lugar.

Por um futuro previsível – até que uma vacina, tratamento amplamente eficaz ou teste instantâneo de coronavírus estejam disponíveis – as estadias em provavelmente serão mais simplificadas, principalmente em hotéis sofisticados, onde há muito tempo fazem parte do serviço, comodidades personalizadas.

Haverá menos acesso comunitário nos hotéis “, portanto, não haverá  buffets, nem frigobares cheios-” e muitos dos “elementos de luxo de alto toque”, como tratamentos de SPA, serviço de mensageiros e de manobristas podem ser suspensos.

Os hóspedes irão desejar check-in e check-out sem chave e sem contato e poucas interações personalizadas.

Os hóspedes irão  querer basicamente, entrar no hotel, entrar no quarto sem precisar tocar em nada antes que não esteja desinfetado.

Nos Estados Unidos, há vislumbres fracos de retorno na demanda por quartos de hotel, de acordo com Jan Freitag, vice-presidente sênior de Lodging Insights da empresa de análise de hospitalidade STR.

A ocupação em estados que reduziram as restrições caiu 58% em comparação com a mesma semana do ano passado.

À medida que a demanda aumentar a indústria hoteleira deverá tranquilizar os hóspedes provando que adotaram medidas adicionais para protegê-los contra a transmissão de coronavírus à medida que estados e países começam a reabrir.

Socialmente distante e mais limpo do que nunca

A higiene, é claro, é uma das principais preocupações.

Algumas redes hoteleiras usarão pulverizadores eletrostáticos para limpar quartos e áreas públicas e está testando a tecnologia da luz ultravioleta. Além disso também removerão móveis e reconfigurarão muitas áreas para facilitar o espaço social de dois metros prescrito pelas autoridades de saúde. Muitos estão considerando barreiras de acrílico nas mesas da frente para separar hóspedes e funcionários do hotel.

Essas novas medidas certamente afetarão os custos diretos dos proprietários de hotéis, mas não é claro se os hóspedes verão esses custos nas tarifas dos quartos.

Talvez as taxas de limpeza sejam as novas taxas da hotelaria. Permanecer em um hotel em 2020 será absolutamente mais barato do que no ano passado.

Os hóspedes podem usar seus telefones para fazer check-in, acessar seus quartos e solicitar serviço de quarto especialmente embalado entregue em sua porta sem contato.

Máscaras e luvas para os funcionários serão onipresentes em muitos hotéis, e os desinfetantes para as mãos e desinfetantes serão adicionados aos espaços públicos, além de kits de amenidades de cuidados pessoais.

Muitos hotéis que já reabriram, sublinham a regra de 2 metros de distanciamento social com marcações para indicar espaçamento adequado nas mesas da frente, nos saguões dos elevadores, nas cafeterias, nos locais de entretenimento e muito mais.

Os funcionários da recepção usarão todas as outras estações de trabalho para distanciar corretamente os hóspedes:  mesas de restaurante, espreguiçadeiras de piscina, áreas comuns, etc, para cumprir com os protocolos..

Muitos sugerem não mais que quatro pessoas no elevador. Alguns limitam esse número a duas.

Os estabelecimentos também estão descrevendo políticas específicas para casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 no local. Essas medidas geralmente incluem medidas intensivas de desinfecção por terceiros de quartos ocupados por hóspedes que ficam doentes.

Os hóspedes serão selecionados?

A triagem de temperatura para hóspedes e funcionários é uma linha de defesa na detecção de uma possível infecção, mas não está claro quão amplamente ela será implementada nos hotéis.

Em alguns hotéis os scanners térmicos serão usados ​​em todos os pontos de entrada “permitindo verificações discretas e não invasivas de temperatura” para funcionários e hóspedes .

Em Cingapura, uma campanha nacional chamada SG Clean foi lançada em todos os setores e inclui um conjunto de padrões para hotéis (pdf) , que inclui verificações de temperatura para os hóspedes “sempre que possível e aplicável”.

Mas a transmissão assintomática significa que também é necessário um distanciamento social estrito, e talvez as melhores práticas de triagem em hotéis poderão evoluir com a disponibilidade de testes de diagnóstico rápidos.

Descobrir o que é necessário para manter os hóspedes seguros

Conforme os níveis de negócios forem sendo retomados, as expectativas e necessidades dos hóspedes terão mudado, e temos que estar bem posicionados para emergir dessa crise com uma nova perspectiva para esse novo mundo: abraçando a tecnologia, aprimorando ferramentas,  treinando e fortalecendo rigorosos protocolos de saúde, segurança e limpeza.

O futuro dos espaços e serviços de alto contato

Muitos dos espaços públicos e comodidades de um hotel precisarão de uma revisão para a era dos coronavírus.

Por exemplo, o serviço de quarto poderá ser preservado, pois há mais controle sobre quem toca o que, mas os buffets provavelmente não serão muito bem vistos pelos hóspedes.

Como nossa consciência da transmissão estará aumentada, mesmo que seja seguro e não exista uma pandemia, psicologicamente um serviço de Buffet pode não ser mais atraente, mesmo que alguns hotéis não desistam desse serviço.

As ofertas pré-embaladas e fáceis de usar provavelmente serão a solução em um futuro próximo.

Áreas públicas de alto nível, como spas e academias de ginástica – onde também é difícil distanciar socialmente – representam um risco muito alto de transmissão, com muitas maçanetas, que precisam  de uma limpeza muito atenta e frequente.

Aulas de fitness e holísticas serão adaptadas para o bem-estar ideal dos hóspedes, privilegindo sessões privadas de treinamento pessoal.

Na verdade, hotéis em todo o mundo estão trabalhando no sentido de tranquilizar os hóspedes.

Uma grande e imprescindível lição de casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *